Teste da linguinha, exame importante que detecta problemas congênitos
Cuidados,  Saúde

Saiba tudo sobre o teste da linguinha

O protocolo e avaliação de frênulo lingual, é um exame muito importante para prevenção de problemas que podem acometer crianças desde o nascimento e se estender até a fase adulta, trazendo uma série de prejuízos para a qualidade de vida.

Dra Flávia Lópes da Silva - fonoaudióloga

Chamado de teste da linguinha, passou a ser obrigatório em todo o território nacional, por meio de projeto de lei e que foi sancionado em 20 de junho de 2014.

Para tirar dúvidas sobre o teste, entrevistamos a fonoaudióloga Flávia Lopes da Silva.

O que é o teste da linguinha?

O teste da linguinha é o exame que tem como objetivo diagnosticar se a criança apresenta frênulo lingual alterado, popularmente conhecido como “língua presa”.

Essa alteração no frênulo é uma anomalia congênita. 

Como é feito? 

bebê recém nascido

O teste da linguinha é um exame que deve ser feito com o bebê posicionado no colo do responsável para que o profissional eleve a língua do bebê com os dedos para examinar o frênulo lingual de acordo com um protocolo de avaliação. Também costuma-se avaliar a criança durante o choro. 

Qual a importância do teste da linguinha?

É importante que seja diagnosticado o mais precoce possível, pois o frênulo lingual alterado muitas vezes pode vir a comprometer os movimentos da língua e por sua vez, as suas funções como: sucção, mastigação, deglutição e fala. Muitas vezes recebo em meu consultório, a mãe se queixando de dores para amamentar o seu bebê ou que o bebê está sempre chorando, irritado, ou ainda que apresenta frequentes episódios de tosse e engasgos, essas queixas já podem ser um sinal de frênulo lingual alterado. 

Quando buscar ajuda de um especialista? Quais especialistas devemos procurar para fazer o tratamento e acompanhamento? 

Teste da linguinha sendo realizado após o nascimento

O ideal é que a criança faça o teste da linguinha ainda na maternidade com um Fonoaudiólogo ou com algum outro profissional da área da saúde capacitado para tal, pois caso seja detectado o frênulo lingual alterado, já será encaminhada para um procedimento visando a liberação do frênulo lingual que normalmente é feito por um médico ou dentista. Este procedimento na maioria das vezes é bem simples e trata-se de um pequeno corte no frênulo lingual. Logo após o procedimento a criança já pode ser amamentada no peito. 

Atualmente esse teste é obrigatório e enquanto não era, algumas crianças cresceram sem diagnóstico ou tratamento. O que fazer nesses casos? 

Quando a criança não é diagnosticada precocemente, além de impactar na amamentação, pode apresentar dificuldade na fala, principalmente nos fonemas que exigem elevação da ponta de língua, como os fonemas “l” e “r”, pois muitas vezes a língua não consegue tocar o palato devido ao frênulo alterado. 

tratamento com fonoaudióloga

Ainda que a criança não seja diagnosticada na maternidade e apresente dificuldade na amamentação, na Introdução alimentar ou alteração na fala, os pais devem procurar um Fonoaudiólogo para uma avaliação, pois caso seja um frênulo lingual alterado, o tratamento deverá ter início o quanto antes. 

Muitos adultos procuram tratamento fonoaudiológico por apresentarem queixa de dificuldade na fala (geralmente distorção dos fonemas “l” e “r”) como dito acima, no qual são avaliados quanto ao frênulo e quando o diagnóstico de frênulo alterado se confirma, também são encaminhados para liberação cirúrgica e posteriormente damos sequência ao tratamento fonoaudiológico para adequação da postura da língua, tanto na fala, quanto em repouso.

Essas informações foram úteis? Esperamos que sim!

É sempre bom observar sinais que possam indicar problemas com o seu filho, mesmo que não tenha sido diagnosticado logo que nasceu, um exame posterior pode ser solicitado.

Elaine Rota, mãe das gêmeas Ester e Hadassa. Jornalista, formada desde 2008 e empreendedora, especializada em gestão.