Cuidados

Prematuridade e a Importância da Estimulação Sensorial

Embora muitas pessoas não saibam, os primeiros dias, meses e anos de uma criança, são momentos decisivos. Estarmos atentos ao menor sinal de atrasos no desenvolvimento físico, social ou motor é de suma importância e pode resguardar o futuro dos nossos pequenos.

O nascimento prematuro é um dos principais fatores de risco, por isso, nesses casos, a atenção precisa ser ainda maior. Bebês são considerados prematuros quando nascem antes das 37 semanas completas.

Convidamos a Dra. Gislayne Santos – Pediatra/Neonatologista – para conversar sobre esse tema e tirar algumas dúvidas sobre o assunto.

Em casa, o que os pais devem observar como sinal de alerta? Quando buscar ajuda?

Atrasos na fala, na coordenação motora, dificuldade de interação social, são alguns dos sinais, mas temos que ter cuidado, pois crianças prematuras, tem um ritmo de desenvolvimento diferente do bebê que nasce a termo. Sempre que a família ficar na dúvida se algum tipo de atraso no neurodesenvolvimento está ocorrendo, é bom procurar um especialista para diagnóstico e acompanhamento.

Como é feito o diagnóstico de atraso no desenvolvimento?

O diagnóstico é feito durante a consulta médica quando o pediatra observa atraso no desenvolvimento da criança, que pode ser tanto de caráter psíquico ou motor, sendo então encaminhada para acompanhamento multiprofissional e então, iniciar a estimulação sensorial o quanto antes.

O que é estimulação sensorial e precoce?

Estimulação precoce pode ser definida como uma abordagem de caráter multiprofissional, com bebês de alto risco e com crianças pequenas acometidas por patologias orgânicas, de forma a favorecer o desenvolvimento motor, cognitivo, sensorial, linguístico e social, evitando ou amenizando eventuais prejuízos a criança.

A estimulação sensorial é um trabalho multidisciplinar, envolvendo, médicos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, enfermagem, terapeutas ocupacionais, psicólogos.

A estimulação sensorial só é recomendada para prematuros ou bebês a termo também podem precisar?

Bebês termos (que nascem com idade gestacional acima de 37 semanas), se por exemplo, apresentam alguma patologia, como as que causam atraso no desenvolvimento neuropsicomotor ou que apresentaram próximo ou durante o parto condições desfavoráveis de nascimento que o levaram ao sofrimento fetal ou perinatal de forma mais grave, podem necessitar de estimulação sensorial.

Qual a importância da participação familiar na estimulação precoce?

A família tem papel primordial, esta por passar a maior parte do tempo com o bebê, pode observar de forma mais contígua padrões comportamentais e de desenvolvimento dos bebês, fornecendo dados importantes para equipe multidisciplinar ir adaptando e melhorando as formas de estimulação e com isso obterem resultados mais positivos. Individualizando dessa forma os cuidados de cada paciente!

O teste do pezinho também ajuda no diagnóstico do atraso de desenvolvimento do bebê?

Sim, o teste do pezinho é um programa de rastreamento populacional, que ajuda a identificar distúrbios e doenças no recém-nascido. Algumas doenças detectadas no teste do pezinho se não identificadas precocemente tem como sequelas atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, microcefalia, crises convulsivas e até óbito! A data da coleta do teste do pezinho foi preconizada entre o 3° e o 5° dia de vida, principalmente por causa do início muito rápido dos sinais e sintomas de três de algumas das doenças detectadas no teste, como o hipotireoidismo congênito, hiperplasia adrenal congênita e fenilcetonúria. Portanto quanto mais rápido identificar e tratar as doenças, maior a possibilidade de evitar sequelas nas crianças e melhorar sua qualidade de vida!!

Quando o diagnóstico e tratamento for tardio, quais são as complicações?

Quanto mais precoce for o programa de estimação de desenvolvimento da criança, principalmente entre 0 a 3 anos, maior chance de repostas positivas, pois esta é a fase em que o cérebro se desenvolve mais rapidamente, constituindo uma janela de oportunidades para o estabelecimento das fundações que repercutirão em uma boa saúde e produtividade no futuro, e o que se chama de plasticidade neural! Então quanto mais se retarda o tratamento, maiores serão as sequelas e menor as chances de reversão!

Estimulando no dia a dia

De maneira divertida, com atividades, brinquedos e jogos, você pode proporcionar aprendizado e amadurecimento cerebral de maneira lúdica.

Desde o nascimento, as crianças estão explorando seus sentidos e processando novas informações. Eles começam a entender o mundo ao seu redor à medida que crescem através da exploração de novas texturas, materiais e recursos. Brinquedos sensoriais e educativos são uma maneira valiosa de envolver as crianças em atividades que aumentam seus sentidos e enriquecem seu aprendizado. Alguns dos principais benefícios que podemos considerar são: o desenvolvimento cerebral, desenvolvimento da linguagem, habilidades motoras finas e brutas, habilidades para resolver problemas, crescimento cognitivo, interação social, adaptabilidade, entre outros.

Conheça um pouco mais sobre a linha de brinquedos da Fat Brain Toys, especialistas em brinquedos educativos e sensoriais, a missão da marca é enriquecer as famílias e oferecer “Uma maneira mais inteligente de brincar”, inspirando criatividade e despertando a curiosidade. Clique aqui para ver mais detalhes.

Esperamos que essa conversa seja de muita ajuda para você. Em caso de dúvidas sobre o desenvolvimento do seu bebê, procurar um especialista é sempre a melhor opção.

*Entrevista conduzida pela Elaine Rota, jornalista

Elaine Rota, mãe das gêmeas Ester e Hadassa. Jornalista, formada desde 2008 e empreendedora, especializada em gestão.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *