Cuidados

Mamilos Rachados – Prevenção e Tratamento

Quando engravidamos, somos bombardeadas por opiniões, crenças (muitas delas limitantes) e até mesmo simpatias, não é?

Mas antes que você se irrite com tantos pitacos, principalmente de pessoas mais velhas, respira e lembra que antigamente o acesso a informação era mais difícil e esses costumes eram passados entre as gerações. 

Somos privilegiadas, pois hoje temos acesso livre a informação e de qualidade, quando filtramos bem o que lemos, e aqui faço uma observação: nem tudo que lemos é confiável. Leia sites, livros e textos com boa reputação, oficiais e acima de tudo converse com o médico que lhe acompanha.

Uma sugestão é fazer um curso de aleitamento materno, que são oferecidos por bancos de leite humano, maternidades, operadoras de planos de saúde, unidades de saúde e muitos deles sem custo para gestantes e lactantes.

Para lhe ajudar a prevenir e cuidar dos mamilos machucados ou irritados, reunimos nesse texto dicas e orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) – Departamento Científico de Aleitamento Materno e blog da saúde – Ministério da Saúde. 

Hidratação Natural

Um equívoco é pensar que as mamas precisam ser hidratadas durante a gestação ou lavadas com frequência no período de amamentação.

Pelo contrário! Os seios possuem uma hidratação natural, que deve ser mantida, sem o uso de cremes ou pomadas. Evite também o uso de sabonetes, pois tiram essa proteção e aumentam a sensibilidade dos mamilos.

 “Esses produtos removem a secreção produzida pelas glândulas de Montgomery, umas ‘verruguinhas’ visíveis na aréola (parte escura da mama em volta do mamilo) e que ficam mais salientes durante a gestação e amamentação. Essa secreção lubrifica e protege o mamilo.”

Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria

Banho de Sol

Durante a gestação e mesmo após o parto, banhos de sol nos seios são excelentes para torná-los mais resistentes e fortalecer a barreira natural da pele.

Sempre que possível, fique ao sol, sem roupas e sem protetor solar. 10 a 15 minutinhos são suficientes e você pode fazer em casa mesmo, lembrando que o horário mais recomendados é antes das 10 horas e depois das 16 horas.

Amamentação

Você não deve sentir dor ou ser machucada durante a amamentação. Se isso está acontecendo, a pega do bebê não está correta e isso pode causar lesões.

Para a pega correta, o bebê precisa abocanhar a aréola e não o bico do peito, como muita gente pensa.

“Para evitar a rachadura durante a amamentação, basta observar se a criança está colocando toda a boca na aréola, o círculo que fica em volta da ponta do seio. Se o bebê estiver sugando apenas o bico, a mãe deve interromper a amamentação e começar novamente”.

Blog da Saúde – Ministério da Saúde

Outra situação que também costuma lesionar o mamilo é interromper a mamada retirando bruscamente o bebê. 

Sempre que sentir dor, precisar interromper a mamada ou perceber a pega incorreta, introduza delicadamente o dedo mínimo na boca da criança, para que solte o seio.

Proteção dos Seios

Absorvente de seios, concha de amamentação e até mesmo fralda de pano se não forem usados corretamente, podem ser causadores de lesões e infecção.

A imensa maioria das mulheres pode amamentar seu filho sem a necessidade de dispositivos especiais. Existem muitos produtos no mercado, mas devemos evitar o uso abusivo e desnecessário”.

Departamento de Aleitamento Materno da SPB (Sociedade Brasileira de Pediatria)

As mamas devem ficar secas e o mais arejadas possível, pois a umidade pode proliferar fungos e bactérias. 

Veja algumas orientações para cada tipo de protetor:

  • Absorvente para seios descartáveis: Deve ser trocado sempre que ficar úmido; Não deve ser usado caso tenha lesões (machucados), fissuras ou irritação, pois pode piorar e gerar infecções por fungos e bactérias; não pode ser reutilizado.

DICA: se no momento da troca o absorvente estiver grudado ou aderido a pele, recomenda-se molhar o absorvente, para facilitar a remoção e evitar agressão aos mamilos.

  • Absorvente para seios laváveis:

 seguem as mesmas orientações das descartáveis, porém podem ser reutilizados após lavagens. 

  • Concha de amamentação: são reutilizáveis, mas devem ser lavadas (de preferência esterilizadas) a cada uso; caso tenha machucado ou lesões no mamilo, use apenas a concha que possui furos (orifícios), pois facilita a ventilação, e ajuda a manter o bico do seio seco e arejado; devem ser trocadas com frequência, de preferência a cada mamada ou sempre que estiver com muito leite.

DICA: as conchas não devem ser usadas durante o sono, para evitar lesões e fortes compressões nas aréolas e ductos mamários.

  • Rolinho com fralda de pano (fazer um rolo com fralda de pano, deixando os mamilos livres): devem ser trocados sempre que estiverem úmidos; são reutilizáveis após lavagem; podem ser usados mesmo se houverem lesões, desde que os mamilos fiquem secos, ventilados e sem contato com o sutiã.

Tratamento

O melhor tratamento é a prevenção e é importante lembrar que a pega correta do bebê na amamentação é o principal. 

Cuidar para que a pega seja adequada – uma pega desacertada é a causa mais comum de mamilos machucados. Em uma pega adequada a boca do bebê está bem aberta, os lábios voltados para fora, o queixo toca a mama e se enxerga mais aréola acima do que abaixo da boca do bebê”.

Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria

DICA: passar um pouco do leite materno nos seios e deixar secar naturalmente, além do banho de sol, como foi mencionado, são excelentes tratamentos naturais para fissuras e machucados. 

Procure um especialista, se mesmo com todos os cuidados sua mama machucar ou sentir dor durante a amamentação, para orientações e diagnóstico, pois outros problemas, como freio da língua curta (língua presa), podem estar dificultando a mamada, ocasionando lesões e dificultando a alimentação do seu filho (a).

Outro ponto importante é informar ao médico, caso perceba que as mamas estão ficando muito cheias ou sentindo algum desconforto. 

O uso de pomadas ou outros produtos, caso necessário, deve ser prescrito pelo médico (a). As mais recomendadas são as pomadas a base de lanolina, por ser natural, segura para mamãe e bebê e não precisa ser removida antes da amamentação.

Tem dúvidas, sugestões ou dicas para compartilhar com as mamães? Escreve nos comentários. 

Fontes: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/570-destaques/32688-dicas-simples-facilitam-a-amamentacao

https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/nutricao/aleitamento-materno/

https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/nutricao/preciso-lavar-os-seios-apos-cada-mamada/

Elaine Rota, mãe das gêmeas Ester e Hadassa. Jornalista, formada desde 2008 e empreendedora, especializada em gestão.