Vida de Mamãe

Como entreter as crianças enquanto trabalha de casa

Você sabia que existem cerca de 70 milhões de mães no Brasil? É muito amor espalhado pelo país, né?! Mas agora vamos a mais alguns dados, falando sobre o mercado de trabalho: a cada dez mães que entram de licença maternidade, quatro não retornam à suas atividades.

Isso acontece por diversos fatores como demissão, por não terem rede de apoio para auxiliar nos cuidados com o bebê, por sentirem culpa em ter que deixar os filhos em casa para trabalhar, por não se sentirem mais parte integrante do modelo corporativo em que atuavam antes.

É bem provável que você que está lendo isso agora, esteja se encaixando nesses dados. 

Tudo isso que foi falado até aqui, levou essas mulheres a um outro cenário. 78% das mulheres, começam a empreender após a maternidade, e outro dado curioso é que 47% das MEIs são lideradas por mulheres.

O desejo de estar perto dos filhos, a transformação que a maternidade traz e a necessidade de se sentir produtiva e ser financeiramente ativa, tem levado cada vez mais as mães a encontrar alternativa de trabalho home office.

Mas e aí, como trabalhar em casa e conciliar as atividades domésticas e estar próxima ao filho?

Planejamento do tempo

Bom, como tudo que vale a pena na vida, não é fácil, mas é possível e muito prazeroso quando nos planejamos e conseguimos implementar a rotina correta. Não existe uma receita de bolo, mas dependendo da faixa etária, algumas dicas são muito valiosas para auxiliar a organização dessa rotina.

Com crianças de até 1 ano

Para crianças até 1 ano de idade, o ideal é se planejar para trabalhar nos momentos em que a criança esteja tirando seus cochilos.

É preciso levar em conta que essa fase tem uma demanda muito grande, pelo fato da criança não ter muita autonomia.

Se o seu filho é uma criança mais tranquila, que consegue se entreter com brinquedos num cercadinho, por exemplo, também é possível criar um momento diário no cercadinho e uma janela de trabalho nesse momento.

Mas cuidado, não é porque seu filho fica quietinho no cercadinho que você o deixará lá por longas horas para executar suas atividades. Portanto, divida seu tempo corretamente.

De 1 a 3 anos

Entre 1 e 3 anos, as crianças demandam mais estímulo e atenção pela exposição aos riscos (pois afinal elas estão explorando o mundo). Então neste caso, é preciso ter uma rotina o mais flexível possível.

Entenda que as janelas de trabalho devem aproveitar as oportunidades tanto de sonecas como de auxílio da sua rede de apoio, caso tenha.

É preciso ajustar a sua demanda de trabalho às necessidades da criança, e coisas como o seu descanso devem estar incluídas nessa rotina, afinal, quando a mãe está bem o bebê fica bem também. 

Para crianças a partir de 3 anos

As crianças a partir de 3 anos já tem uma capacidade de compreensão cada vez maior, o que proporciona a possibilidade de diálogo.

É importante sempre aproveitar as oportunidades de um cochilo sempre, mas nessa fase, muitas crianças não dormem mais durante o dia, o que nos leva a ser ainda mais disciplinadas na implementação da rotina correta.

A dica nessa fase é estimular a criança a brincar sozinha, ter momentos de TV, e quando realmente não for possível contê-la, chame-a para “trabalhar” junto com você.

Dê uma folha de papel e peça para ela fazer um lindo desenho, tenha livros de colorir e caso seja possível. Outra ideia é comprar um laptop de brinquedo, uma caixa registradora ou outros itens de brinquedo que reproduzam um escritório ou que se aproximem da sua atividade e em alguns momentos, inclua ela próxima a você nessa rotina.

Mas sempre que precisar de muita concentração explique para a criança, de acordo com o grau de entendimento dela sobre prazos e responsabilidades que envolvem a sua atividade.

Ensinando os valores sobre o trabalho

Uma coisa muito importante, é demonstrar para o seu filho que trabalhar é uma coisa muito legal. Procure transmitir valores através do desempenho de suas atividades, pois se ele crescer percebendo que você está infeliz no seu trabalho, ele entenderá o trabalho como algo ruim, e não é isso que desejamos que nossos filhos enxerguem em nós, né?

Cada criança tem uma personalidade única e tudo isso precisa ser levado em consideração na hora de montar sua rotina.

Como eu disse lá atrás, não tem receita pronta, você irá encontrar a sua maneira. Mas, uma coisa é certa, quanto mais eficaz for a rotina que você implementar, melhor será o aproveitamento do seu tempo.

Por isso, tenha hora certa para as refeições, para o banho, para a TV (para as crianças que assistem) e para que você brinque com filho, afinal, provavelmente é por isso que você redirecionou sua carreira para esse modelo que permite essa flexibilidade.

E não se culpe caso sua rotina saia dos trilhos num dia ou outro e tudo aconteça ao inverso do que você planejou, a vida é mesmo uma caixinha de surpresas e não podemos controlar tudo. Esteja grata pela oportunidade de trabalhar em casa e estar perto do seu bem mais precioso e siga adiante!

E você, o que faz para manter seu filhote entretido e trabalhar de casa ao mesmo tempo? Comente aqui!

Daniele é mãe da Isabella, empreendedora que fez transição de carreira após a maternidade para dedicar mais tempo à família e hoje trabalha home office com um e-commerce de vinhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *