Cadeirinha para carro
Passeio

Cadeirinhas para carro: Você sabe qual escolher para o seu bebê?

Cuidar da segurança e conforto dos nossos filhos é primordial e escolher a melhor opção de bebê conforto e cadeirinha para carro é indispensável.

Por falta de orientação, muitas pessoas usam de maneira errada, colocando em risco a vida dos seus filhos. E quando se trata dos nossos filhos, itens de segurança são essenciais.

Mas qual cadeirinha escolher? Como deve ser usada? Qual a regulamentação? Como funciona o isofix? É mais seguro que o cinto de segurança?

Essas e mais perguntas, serão respondidas neste texto. Mas, antes de entrarmos nos detalhes de tipos e modelos, é importante trazer algumas orientações.

Ajuste do cinto de segurança do dispositivo na criança

Achando ser mais seguro algumas pessoas apertam demais o cinto de segurança. Outras pessoas deixam folgados, pensando ser mais confortável. Nenhuma das situações está correta. O ideal é ajustar o cinto com o distanciamento de 1cm.

Se o cinto estiver muito folgado, a criança pode escapar num impacto. E se estiver muito apertado, poderá ter lesões no corpo

Dica: Ajuste o cinto com o espaço de um dedo ou da sua mão aberta.

Posição do bebê conforto

Com a intenção de ficar sempre de olho no bebê, principalmente quando se está dirigindo, algumas mães optam por colocar o bebê conforto de frente, porém essa posição é proibida e numa freada ou colisão, o bebê pode vir a óbito. Isso porque quando o carro pára bruscamente, acontece o movimento de “chicote”, que é quando o corpo vai para frente e depois volta.

Para um bebê esse movimento pode ser fatal, pois a cabeça ainda é a parte mais pesada e nesse tipo de situação, pode lesionar gravemente a cabeça e a coluna vertebral. O bebê conforto deve ser instalado contra o movimento do carro, ou seja, de costas.

Dica: Se você estiver dirigindo o veículo ou não puder sentar atrás junto com o bebê, coloque um espelho retrovisor adicional. Com ele, você conseguirá ver seu filho e mantê-lo na posição correta. 

Posição mais segura no banco traseiro

Ao contrário do que muita gente pensa, instalar o bebê conforto ou cadeirinha no assento do meio no banco traseiro não é a posição mais segura. Isso porque se houverem objetos soltos ou arremessados para trás, a criança receberá o impacto.

A posição mais segura é atrás do banco do motorista ou carona. Mas é importante destacar que nesses casos, é necessário desativar o air bag traseiro do veículo, que também poderá causar lesões no seu filho.

O isofix, dispositivo utilizado para fixação do bebê conforto e cadeirinhas para carros, que facilita encaixe e remoção, normalmente vem instalado no assento do meio do banco traseiro. O isofix é mais prático, porém como já citamos o assento do meio não é a posição mais segura para o transporte da criança. Nesse caso instalar nos assentos laterais com o cinto de três pontos oferece mais eficiência e segurança que o isofix. Portanto se tiver que acoplar usando o cinto, fique tranquilo(a). Basta seguir corretamente as instruções de instalação da cadeirinha ou bebê conforto.

Dica:  Na escolha da cadeirinha ou bebê conforto, opte pelos modelos com reforço lateral, e prefira instalar atrás do banco do motorista ou carona, lembrando de desativar os air bags. Será mais seguro.

Regras conforme resolução 277 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito)

  • Bebês de até um ano de idade ou 13kg (dependendo do fabricante): devem ser transportados no bebê-conforto ou numa poltrona reversível, sempre no banco traseiro e voltado para o vidro de trás do veículo;
  • Um a quatro anos (aproximadamente 9kg a 18kg): devem usar a poltrona reversível no banco de trás, mas a partir de agora ela deve ser virada para a frente do veículo;
  • Quatro a sete anos e meio (com cerca de 18kg a 36kg): precisam usar um assento de elevação, também chamado de booster, no banco traseiro do veículo, junto com o cinto de segurança de três pontos;
  • Sete anos e meio a 10 anos: devem viajar no banco traseiro do carro com o cinto de segurança de três pontos. Alguns especialistas recomendam que as crianças usem o assento de elevação até que tenham pelo menos 1,45 m de altura, por questões de segurança. A partir de 10 anos de idade, a criança não precisa, obrigatoriamente, viajar na cadeirinha, mas deve viajar no banco traseiro, sempre com cintos de segurança.

(Fonte: DNIT – Departamento Nacional e Infraestrutura de Transportes)

Qual o momento certo para trocar o assento do seu filho(a)?

O bebê deve estar de acordo com a idade e peso recomendados. Mas é importante observar alguns detalhes.

A cabeça do bebê ou criança não devem ultrapassar o limite do assento. Se isso ocorrer, significa que está pequeno para o seu filho(a). A altura do cinto da cadeirinha ou bebê conforto devem estar ajustados na altura dos ombros.

O bebê conforto deve ser usado até que o bebê complete 12 meses ou até 13Kg, como mencionamos acima, porém em alguns casos o bebê pode ultrapassar esse peso antes dessa idade ou ser uma criança grande.

Nesses casos o que fazer?

Sugerimos trocar por uma cadeirinha regulável, pois ela se adapta as diferentes fases, peso e altura e dessa maneira você conseguirá ajustar melhor.

Qual a melhor opção?

Comprar o assento de acordo com idade e peso da criança é o ideal, mas existem modelos que são reguláveis e que podem ser usadas por muito mais tempo e acompanham o ritmo de crescimento da criança.

Vantagens e desvantagens:
O Bebê conforto
  • Vantagens: São mais confortáveis para os bebês recém nascidos, mais baratos e podem ser usados para transportar o bebê acoplado ao carrinho de passeio. Além disso são práticos para levar para consultórios ou outros locais de difícil acesso para o carrinho. Também podem ser usados como cadeira de balanço ou descanso, lembrando sempre de respeitar o tempo máximo de permanência, que é de duas horas.
  • Desvantagens: Duram pouco tempo, pois dependendo do crescimento do seu filho, terá de ser trocado antes dos 12 meses de idade. Tirar e colocar no carro não é tão prático quanto parece.
Cadeirinha reversível
  • Vantagem: podem ser utilizados tanto de frente quando de costas. A cadeira é reclinável, possibilitando várias posições (deitada, levemente inclinada e sentada), para melhor acomodação e conforto dos bebês recém nascidos até crianças maiores. Duram mais tempo e por isso na soma dos valores, acaba sendo, na maioria das vezes, melhor custo benefício. Você encontrará cadeirinhas reversíveis de 0 a 25Kg, de 9 a 36Kg, de 0 a 36 Kg.
  • Desvantagem: O custo é mais elevado logo de cara e se você fez muito gasto com o enxoval do bebê, pode pesar na conta. Não inclina tanto quanto um bebê conforto, que é o ideal para o recém nascido e por isso não é tão confortável para os primeiros meses de vida.

Conheça aqui algumas soluções inteligentes que te ajudam no dia a dia com as crianças no carro!

Espero que esse texto seja muito útil para você e que te auxilie na escolha da melhor opção para você e seu filho!

Elaine Rota, mãe das gêmeas Ester e Hadassa. Jornalista, formada desde 2008 e empreendedora, especializada em gestão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *